• Rafael Gloria

Estrado de cama, entre outras coisas

Agora vendo o seu corpo de perto eu posso concluir, entre outras coisas, que não é só o seu corpo que é belo. Entre outras coisas, é a curva que ele faz ao se desdobrar para chegar perto do meu que é o que importa, afinal de contas. É a cama torta, quase desmontada que vai caindo junto aos nossos movimentos que só vão aumentando até chegar ao ponto em que todos desfalecem juntos ao chão, quebrando o estrado da cama, a espinha vertebral, aumentando o prazer com a dor calculada em conjunto, quase imperceptível. E depois para recompor tudo demora um tempo, é preciso juntar os pedaços de madeira, como quem veste a roupa, limpar, encaixar nos lugares certos e deixar equipada novamente para então tudo recomeçar, entre outras coisas.

0 visualização