• Rafael Gloria

Dez da noite quando me procura de novo

Apenas me olha sem dizer nada, eu também não digo nada e ficamos assim parados um com o outro. Quietos. O cachorro late, interrompendo o silêncio e rosna como se estivesse irritado.


E ele realmente está, alguma coisa me diz, e eu não estou nenhum pouco irritado com ele, porque o levei para tomar banho mais cedo, ele está cheiroso, agora pode subir na cama e dormir comigo. Só que ele não esperava que você viesse tão tarde da noite e ocupasse o lugar que ele planejava deitar.


Talvez, então, o cachorro estivesse irritado com você.


Mas como é que alguém pode ficar irritado com uma pessoa que chega no meio da noite na casa de alguém e espera apenas ficar em silêncio até dormir? É quase impossível, mas, por favor, perdoe-o, ele é só um cachorro.


Não sabe o que faz.


Embora eu também não saiba o que faça , principalmente agora quando você me olha e deixa a noite tomar conta da gente, apenas. Principalmente agora que coloca as suas mãos sob as minhas e continua me enrolando até dormirmos meio sem graça um na frente do outro, quietos.

68 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Coluna - Objetivas Ficcionais

Olha o que nós fizemos O barulho alto do ventilador faz eu não te escutar. Essa é a principal função dele no momento - mais do que evitar o calor. A principal função do meu ventilador é eu não ouvir v

Ponteiros ao contrário

Lembra? Quebramos o relógio e depois juntamos os pedaços. Tentamos de novo e de novo Nada deu certo. Por que será? Não era nosso objetivo fazer o mundo girar. O tempo passa rápido, ininterrupto. Agora

Meia noite volta

Meia noite e meia quando Júlio levantou, pôs as calças e acendeu a luzinha fraca, que agora ficava perambulando majestosa, se alargando por todo o quarto. Silêncio voava sob o apartamento e ele sem so