Rafael Gloria

"(...) Tudo foi breve

e definitivo.

Eis está gravado

 

 

não no ar, em mim,

que por minha vez

escrevo, dissipo."

 

 

Trecho extraído do poema Ontem

de Carlos Drummon de Andrade

Aqui nesse espaço pretendo compartilhar textos, divulgar as minhas oficinas na área do jornalismo cultural e da escrita criativa no jornalismo (assim como também os textos produzidos pelos participantes) e, mais do que tudo, deixar um registro do que faço. 

Divido a minha vida por diferentes acontecimentos que se mesclam e se misturam na minha cabeça. A existência é esse emaranhado que vamos transformando ao longo dos tempos. Um nó às vezes bonito e às vezes doloroso de desenrolar. 

Como disse Drummond belamente acima, tudo é de, alguma forma, breve e definitivo, e fica gravado, no meu caso, nas palavras; no meu caso, agora nesse espaço. 

Você pode me encontrar no Facebook, no Twittter, no Instagram ou ainda me mandar um e-mail no rafaelgloria88@gmail.com.